Sobre a Revista

Foco e Escopo

A Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe (RIHGSE) é uma publicação do Instituto Histórico e Geográfio de Sergipe. Fundada em 1913, tem como finalidade disseminar conhecimentos relacionados à história, historiografia de Sergipe e do Brasil, como também veicular produções científicas relacionadas com a geografia, cultura e memória. 

É uma publicação mantida pelo Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe (IHGSE).

Aceita, para publicação, textos inéditos nos diferentes formatos: artigos, dossiês, traduções, sessão especial/entrevistas, resenhas, arquivos/documentos, cujas temáticas se inscrevam na referida área ou em outros campos de conhecimento que possuam intersecção com as temáticas do periódico. 

A revista não aceita propostas contendo mais de três autores. Também é vedada a publicação em duas edições consecutivas do mesmo autor/autores.

A revista no formato online está hospedada no Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) da Universidade Federal de Sergipe, no endereço https://seer.ufs.br/index.php/rihgse.

A revista também circula no formato impresso.

O processo de submissão, avaliação, edição e publicação é feito por meio do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas, tradução licenciada do Open Journal Systems - OJS.

Processo de Avaliação pelos Pares

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos, dossiês, traduções e demais modalidades de textos recebidos são submetidos a uma avaliação preliminar por parte da Editoria da revista, que examinará se cumprem os requisitos de autoria, temáticos e formais.

Após essa análise, são encaminhados anonimamente a dois pareceristas ad hoc (processo de peerreview), sendo necessária, para a sua publicação, a dupla aprovação. Havendo divergência entre os pareceres, os textos são encaminhados a um terceiro parecerista.

Os avaliadores podem recomendar a sua aceitação, recusar ou indicar revisões obrigatórias. Nesse caso, o artigo reformulado retorna à Editoria, para avaliação final.

A publicação dos textos implica automaticamente na cessão integral dos direitos autorais à REVISTA DO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DE SERGIPE.

Para a publicação, os textos passam pelas seguintes FASES de avaliação:

1-Análise da forma - Editores

Avaliação dos textos quanto a sua adequação aos critérios gerais da revista e à linha editorial.

São devolvidos aos autores os artigos que se configuram como: 1) relatos de experiência; 2) revisão bibliográfica; 3) recorte de dissertação ou tese, sem a devida adaptação; 4) projeto ou relatório de pesquisa.

Igualmente, serão devolvidos aqueles não relacionados com o escopo da Revista; textos com excessivos erros de redação, bem como de estruturação do texto e que não cumprem as normas editoriais da revista.

2- Análise do mérito - parecistas

Texto sem a identificação de autoria é encaminhado a, no mínimo, dois pareceristas (membros do conselho editorial ou parecistas ad hoc).

Os critérios para avaliação do texto levam em conta: 1) aspectos formais; 2) atualidade e relevância da temática; 3) originalidade e ineditismo; 4) indicação clara dos objetivos e da metodologia da pesquisa, 5) discussão teórica atualizada; 6) adequação da bibliografia às normas da revista. 

Os pareceristas podem aceitar plenamente, aceitar com ressalvas ou recusar o artigo. Qualquer uma das situações é justificada por um parecer descritivo.

 

Periodicidade

Periodicidade semestral

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Histórico do periódico

A Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe (ISSN: 1981-7347) em sua versão impressa é publicada desde 1913.

Trata-se, portanto, do mais antigo periódico em atividade no estado de Sergipe. Ao longo de sua primeira centúria, a RIHGSE se consolidou como um importante instrumento de difusão historiográfica, com ênfase para as temáticas relacionadas ao passado regional.

Desde 2014, a Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe também é publicada na versão online.