Pedagogia e Psicologia no pensamento de Manoel Bomfim

  • Wojciech Andrzej Kulesza

Resumo

Precursor do pensamento descolonial no Brasil, Manoel Bomfim participou ativamente do “entusiasmo pela educação” que animou a intelectualidade brasileira nas primeiras décadas do século XX. Formado nas escolas médicas da Bahia e do Rio de Janeiro, ele integrou o movimento de medicalização da sociedade então em curso, focando sua atuação no campo do ensino, combatendo o “mal do analfabetismo”. Neste trabalho, por meio da análise de suas Lições de Pedagogia (1915) e das Noções de Psicologia (1916), procura-se caracterizar sua apropriação dos debates então realizados no mundo ocidental acerca do papel da psicologia no ensino. Em suas produções posteriores sobre essa temática podemos identificar críticas profundas à concepção de psicologia educacional que viria a se tornar hegemônica a partir dos desdobramentos do movimento da Escola Nova na década de 1930.
Seção
Volume 1 - Dossiê Manoel Bomfim