História/Memória e Narrativa Decolonial: identidade cultural e diáspora indígena Xokó (1978 – 2021).

História/Memória e Narrativa Decolonial: identidade cultural e diáspora indígena xokó

  • IVANILSON MARTINS DOS SANTOS UFAL

Resumo

Esse texto discorrerá sobre os aspectos que contribuíram e contribuem para (re) afirmação da nova identidade Xokó. Para isso, compreendemos o contexto da luta pelo território ancestral, considerando o ano de 1978 como marco inicial para essa nova identidade diaspórica. No entanto, esse contexto pelo reconhecimento da identidade cultural, são de suma importância para não mais silenciamento da nossa ancestralidade e da nossa identidade: ser Xokó da Ilha de São Pedro/Caiçara, Porto da Folha, Sergipe. A História Xokó, é marcada por lutas e estratégias que resultaram na reconquista e no reconhecimento indígena/territorial em 1991. Destacamos “(…) o papel da memória como via de acesso à experiência, à produção simbólica e, consequentemente, à releitura do tempo e espaço presentes à luz do passado” (BARROS, 1999, p. 35). Para essa compressão, dialogamos inicialmente com autores sobre alguns conceitos. Foram importantes as reflexões da indígena, Linda Tuhiwai Smith, Descolonizando metodologias: pesquisa e povos indígenas (2018), Michel-Rolph Trouillot, Silenciando o passado: poder e a produção da história. (2016), Aimé Césaire, Discurso sobre o colonialismo (1978) e Frantz Fanon, os condenados da terra (1968), Stuart Hall, Identidade Cultural e Diáspora (1996) entre outros autores da história e da antropologia que contribuíram para o nosso raciocínio.

Publicado
2022-06-15
Como Citar
SANTOS, I. M. D. (2022). História/Memória e Narrativa Decolonial: identidade cultural e diáspora indígena Xokó (1978 – 2021).: História/Memória e Narrativa Decolonial: identidade cultural e diáspora indígena xokó. Revista Do Instituto Histórico E Geográfico De Sergipe, 2(51), 339 a 362. Recuperado de https://seer.ufs.br/index.php/rihgse/article/view/16462
Seção
Dossiê: Culturas Populares: resistências , identidades culturais, dinâmicas ...