O tempo das greves em Santa Catarina (1985-1995)

  • Geovanni Rocha Junior Universidade do Estado de Santa Catarina

Resumo

Recebido: 17/01/2021

Aprovado: 29/11/2021

O presente artigo tem como objetivo identificar as representações sociais formuladas em torno das relações de trabalho em Santa Catarina, entre 1985 e 1995, a partir do jornal Diário Catarinense. As narrativas que circularam no periódico tiveram relevância no sentido de acomodar conflitos e de reafirmar as projeções feitas por entidades empresariais e integrantes do governo catarinense, sobretudo para delimitar as relações de trabalho aos padrões do chamado novo capitalismo. A linha editorial do Diário Catarinense manifestou uma plataforma discursiva que almejava flexibilizar as leis trabalhistas, apostando na crítica à CLT. Na tentativa de sustentar o argumento apresentado, será destacado a cobertura do veículo de comunicação no ciclo de greves que ganhou consistência na segunda metade da década de 1980, quando as demandas das classes trabalhadoras organizadas em sindicatos estiveram na ordem do dia.

Palavras-chave: Greves; Imprensa; Democracia; História do Tempo Presente.

Publicado
2022-01-12