O Modelo de Integração Regional Chinês no Século XXI

  • Alexandre Dias Rodrigues

Resumo

O objetivo deste artigo é debater o Modelo Chinês de Integração Regional do Século XXI, que busca reorientar as relações entre a China e seu entorno, entre a semiperiferia e a periferia, os quais possuem suas economias direcionadas a atender aos mercados centrais, Estados Unidos e Europa. Com esse intuito busca-se responder a seguinte pergunta: é possível afirmar um novo Modelo Chinês de Integração Regional no século XXI? Parte-se da hipótese de que este Modelo é baseado nas seguintes características: investimento em infraestrutura, exportação dos capitais chineses e novas instituições de governança. Estruturalmente essa pesquisa será dividida em três seções: (1) apresentar a discussão sobre a Revolução Nacional, que abrangerá debates teóricos de Furtado e a entronização do Centro de Decisão decorrentes da revolução nacional chinesa; (2) identificar a implementação da política do Going Global e sua ampliação na (re)construção da Rota da Seda; e (3) analisar o processo de Integração Regional na Ásia no Século XXI.
Publicado
2020-03-05
Seção
Edição Especial: Seminário Sino-Brasileiro