Notícias

15.02.2023 - Prorrogado o prazo de submissão para o dossiê "Gênero, sexualidade e resistência nas artes: olhares desde o Sul global"

2022-12-16

Novo Prazo para envio de artigos: 15.02.2023

New Deadline: 15 February 2023

Nueva Fecha Límite: 15.02.2023

Organizadoras: Danielle Parfentieff de Noronha (PPGCINE/UFF) e Erna Barros (DCOS/UFS)

Chamada Aberta: Gênero, sexualidade e resistência nas artes: olhares desde o Sul global

Cada vez mais temos acompanhado o desenvolvimento de iniciativas e pesquisas interessadas em compreender e visibilizar a diversidade existente no campo do gênero e da sexualidade a partir de leituras do Sul global. Entre elas, estão aquelas interessadas nas expressões artísticas – como artes plásticas, cinema e audiovisual, teatro, dança, música, grafitti, entre outras –, que trazem muitas leituras e possibilidades de existência e resistência para a temática e apresentam tanto artistas quanto pesquisadoras e pesquisadores dessa região. Este dossiê tem como objetivo principal reunir trabalhos interessados em refletir sobre a relação entre artes, gênero e sexualidade desde perspectivas construídas no Sul global e com enfoque em práticas de resistência. Nosso intuito é ampliar os diálogos com pesquisas – tanto no âmbito nacional quanto internacional – que têm olhado para diferentes manifestações artísticas que discutem gênero e sexualidade, apontando também para as especificidades da intersecção com outros marcadores sociais da diferença como raça, classe, geração e território. São bem-vindos artigos nas áreas de Sociologia, Antropologia e Ciência Política que dialoguem com os estudos de artes, por meio de experiências e teorias contra-hegemônicas, com especial atenção a leituras decoloniais.

Call for Papers: Gender, sexuality and resistance in the arts: perspectives from the global South

We are increasingly following the development of initiatives and research interested in understanding and making visible the existing diversity in the field of gender and sexuality based on readings from the global South. Among them are those interested in artistic expressions - such as visual arts, cinema and audiovisual, theater, dance, music, graffiti, among others -, which bring many readings and possibilities of existence and resistance to the theme and that present both artists and researchers from this region. The main objective of this dossier is to bring together works interested in reflecting on the relationship between arts, gender and sexuality using perspectives built in the global South and focusing on practices of resistance. Our aim is to expand the dialogues with researches – both nationally and internationally – that have looked at different artistic manifestations that discuss gender and sexuality, also pointing to the specificities of the intersection with other social markers of difference such as race, class, generation and territory. This special issue expects contributions that apply theories and methods from Sociology, Antropology and Political Science in dialogue with arts studies giving emphasis to counter-hegemonic experiences and theories, with special attention to decolonial readings.

Lhamada de artículos: Género, sexualidad y resistencia en las artes: perspectivas desde el Sur global

Seguimos cada vez más el desarrollo de iniciativas e investigaciones interesadas en comprender y visibilizar la diversidad existente en el campo del género y la sexualidad a partir de lecturas del Sur global. Entre ellos están las interesadas ​​en las expresiones artísticas -como las artes visuales, el cine y el audiovisual, el teatro, la danza, la música, el grafiti, entre otras-, que traen muchas lecturas y posibilidades de existencia y resistencia al tema y que presentan tanto artistas como investigadores e investigadores de esa región. El objetivo principal de este dossier es reunir trabajos interesados ​​en reflexionar sobre la relación entre artes, género y sexualidad desde perspectivas construidas en el Sur global y con foco en prácticas de resistencia. Nuestro objetivo es ampliar los diálogos con investigaciones, tanto a nivel nacional como internacional, que han mirado diferentes manifestaciones artísticas que discuten género y sexualidad, señalando también las especificidades de la intersección con otros marcadores sociales de diferencia como raza, clase, generación y territorio. Serán bienvenidos artículos en las áreas de Sociología, Antropología y Ciencias Políticas que dialogen con los estudios de arte, a través de experiencias y teorías contrahegemónicas, con especial atención a las lecturas decoloniales.

Saiba mais sobre 15.02.2023 - Prorrogado o prazo de submissão para o dossiê "Gênero, sexualidade e resistência nas artes: olhares desde o Sul global"

Edição Atual

v. 42 (2023): Publicação Contínua

A partir deste volume (42), a Revista TOMO publica de maneira contínua. 

Em 2023, a Revista TOMO completa 25 anos.

Já #tánaTOMO#? Se não, não se esqueça de que a TOMO recebe submissões em forma de artigos para dossiê e em fluxo contínuo.

Aguardamos a sua submissão.

Os nossos primeiros artigos do ano compõem o dossiê "Teorias críticas decoloniais: uma ecologia de saberes" organizado por Bruno Lira e Rogério Medeiros.

 

Publicado: 2023-01-11

DOSSIÊ Teorias Críticas Decoloniais: uma ecologia de saberes

Ver Todas as Edições

A partir de 2023, a Revista TOMO é uma publicação contínua do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Também em 2023, a revista TOMO completa 25 anos de existência. 

Criada em 1998, a Revista TOMO representa os esforços continuados do PPGS-UFS para a publicação de uma revista acadêmica de alta qualificação e abrangência internacional. Seus números são temáticos, abertos à pluralidade de interpretações e de temas que possam interessar às Ciências Sociais na compreensão dos fenômenos socioculturais.