Sucessos Escolares Improváveis e Teorias da Ação

trabalhando com as Sociologias disposicionais de Pierre Bourdieu e Bernard Lahire

Resumo

Neste artigo, exploramos elementos que potencializam o sucesso escolar nos meios populares por meio da teoria de Pierre Bourdieu e seus estudos sobre educação e reprodução social das desigualdades e a análise dos sucessos escolares pela Sociologia em escala individual de Bernard Lahire. Os dados empíricos foram coletados por sete questionários socioeconômicos e culturais e seis entrevistas individuais em profundidade. Analisamos as trajetórias de escolarização de estudantes negros cotistas e das camadas populares de uma Universidade do interior do Ceará e apontamos a racionalização das rotinas, geridas pela moral familiar que privilegia a formação escolar e a autoridade dos pais e mães; apetência pela leitura e escrita; socialização em atividades artístico-culturais e esportivas; políticas públicas de educação e ações afirmativas; interiorização do ensino superior público; redes afetivas e de incentivo engajado, entre outros.

Biografia do Autor

Francisco Érick de Oliveira, PPGS-UFPB

Doutorando em Sociologia (bolsista CAPES) e graduando em Direito pela Universidade Federal da Paraíba. Mestre em Humanidades, 2019. Licenciado em Sociologia, 2018. Bacharel em Humanidades, 2014, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira, UNILAB.

Carlos Henrique Lopes Pinheiro, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira

Pós-doutor em Conhecimento e Inclusão Social em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais. Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará. Professor adjunto do Instituto de Humanidades e Letras da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB. Professor permanente do Mestrado Interdisciplinar em Humanidades – MIH/UNILAB: “Educação, Política e Linguagens”.

Publicado
2021-07-12
Seção
ARTIGOS