Uso de substâncias psicoativas e controle social do uso do álcool:

Mestres Beberrões na Casa de Jurema Mestre Carlos – RN.

  • Janaina Alexandra Capistrano da Costa UFT - UFRN

Resumo

Neste artigo apresento elementos empíricos que caracterizam a atuação ritual dos Mestres Beberrões, espíritos antepassados que incorporam em médiuns praticantes do Culto da Jurema para promover curas,
e realizo uma breve discussão sobre como a regulação do consumo do álcool se dá nesse contexto. Especialmente por meio de valores transmitidos através dessas atuações e dos preceitos do desenvolvimento mediúnico preconizado no âmbito da minha pesquisa; a Casa de Jurema Mestre Carlos, situada na zona rural da cidade de Extremoz no Rio Grande do Norte (RN). Esta pesquisa contribui para aprofundar o conhecimento tanto sobre a categoria dos Mestres da Jurema, ainda incipiente na academia, quanto sobre os mecanismos sociais de controle do consumo de substâncias psicoativas desenvolvidos em meio religioso.

Biografia do Autor

Janaina Alexandra Capistrano da Costa, UFT - UFRN

Professora no curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Tocantins - Campus de Porto Nacional.

Publicado
2021-07-12
Seção
DOSSIÊ