Origens sociais, ascensão “profissional” e concepções de ciências sociais: Florestan Fernandes e Fernando Henrique Cardoso

  • Rodrigo da Rosa Bordignon

Resumo

O presente artigo tem como problema central as relações entre origens sociais, modalidades e chances de ascensão “profissional” e concepções de ciências sociais. Trata-se da exploração de um conjunto de indicações derivadas de uma pesquisa realizada anteriormente e centrada nas relações entre trajetos sociais e profissionais e a reconversão de recursos em posições de “reconhecimento” e excelência “profissional”. O objetivo mais geral do trabalho é discutir algumas questões analíticas acerca das relações entre origens sociais, ascensão “profissional” e expectativas de retribuição. A hipótese perseguida é que nessas relações, o descompasso entre a posição de origem e determinadas posições no trajeto está no centro dos tipos de investimentos na realização das carreiras.
Publicado
2013-06-01
Seção
Artigos