A construção social do mercado de dispositivos de redes sociais: a contribuição da sociologia econômica para os aplicativos de afeto

Maria Chaves Jardim, Paulo José Carvalho Moura

Resumo


O texto que ora apresentamos é resultado preliminar da pesquisa sobre o mercado de dispositivos para relacionamentos, realiza- da a partir dos aplicativos Badoo e Tinder, entrevistas com usu- ários de dispositivos diversos, além de coleta de dados no grupo “Mulheres Empoderadas”. Tem como inspiração teórica o uso de conceitos e insights da Sociologia Econômica e dialoga de forma crítica com as ideias de Eva Illouz, especialmente o seu livro “O Amor nos tempos do capitalismo”. Os resultados parciais indicam que o sucesso dos dispositivos deve-se ao fato de que estes estão enraizados nos valores do senso comum, assim, os dispositivos não criam o senso comum, mas se inspiram nele para alcançar sucesso com os usuários; por sua vez, identificamos que os usuá- rios fazem escolhas afetivas nos dispositivos orientados por seus dispositivos cognitivos de habitus (orquestração de habitus).

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21669/tomo.v0i0.6712