[1]
T. Rossi, “O amor como significação: para uma sociologia da individualização : Esboço De Uma Analítica De Relacionamentos Afetivos Na Contemporaneidade.Esboço De Uma Analítica De Relacionamentos Afetivos Na Contemporaneidade.”, TOMO, nº 41, p. 61-86, jul. 2022.